terça-feira, 25 de novembro de 2014

Dados da violência no estado de SP

Latrocínios sobem 20% e roubos crescem 14% em outubro em SP

Na capital paulista, roubos tiveram aumento de 19,6% em relação a 2013.
É o 17º mês de alta consecutiva deste crime, segundo dados da violência.

Do G1 São Paulo
Os latrocínios, ou roubos seguidos de morte, cresceram 20,7% no estado de São Paulo na comparação entre outubro deste ano com o mesmo mês do ano passado, informou o SPTV nesta terça-feira (25). Também cresceram os roubos (14%) e os roubos a banco (40%), de acordo com dados da violência divulgados pela Secretaria da Segurança Pública.
Dados da violência no estado de SP*
Latrocínio
Aumento de 20,7%
Roubos
Aumento de 14%
Roubos a banco
Aumento de 40%
Roubo de veículos
Queda de 11,1%
Furto de veículos
Queda de 1,2%
*Comparação entre outubro de 2013 e outubro de 2014
 Na cidade de São Paulo, o latrocínio aumentou 41%, de 12 casos em outubro de 2013 para 17 casos neste ano. Os homicídios registraram crescimento de 3,7% na mesma comparação, de 108 no ano passado para 112 casos em outubro de 2014.
Os roubos no município tiveram aumento de 19,6%, de 11.368 para 13.596 casos. É o 17º mês de alta consecutiva deste crime.
O roubo de veículos teve redução de 12,5% em relação a 2013 e os furtos caíram 14%. Em todo o estado, o roubo de veículos caiu 11,1% e o furto, 1,2%.
A secretaria acredita que esse número reflete a chamada “lei do desmanche”, que regulamenta a atividade de desmonte e reciclagem de veículos em todo o estado. "Há uma tendência de queda e acreditamos que se deve à lei", afirma o secretário Fernando Grella Vieira.
Sancionada no início deste ano, ela prevê, entre outros pontos, que todas as peças de veículo devem receber uma identificação para permitir o rastreamento. A lei entrou em vigor em julho. No estado, 709 estabelecimentos foram fiscalizados e praticamente a metade acabou lacrada. Na capital, 108 foram lacrados.

Blindagem, Blindados, Carros Blindados

MOTORISTA É BALEADO NO MORUMBI

MOTORISTA É BALEADO EM TENTATIVA DE ASSALTO NO MORUMBI

g1.com 

Vítima continuou dirigindo e só parou na Marginal Pinheiros. Crime aconteceu no início da manhã desta segunda-feira.

Um motorista foi baleado no início da manhã desta segunda-feira (24) no Morumbi, Zona Sul de São Paulo, em uma tentativa de assalto, como mostrou o Bom Dia São Paulo.

Ponte Aey Torres



De acordo com a Polícia Militar, o ataque aconteceu no bairro, mas o motorista conseguiu dirigir até a Ponte Ary Torres, na Marginal Pinheiros, onde parou e foi socorrido.
A vítima foi levada para o Hospital Beneficência Portuguesa, na região central de São Paulo. O Golf prata estava nesta manhã no 96º Distrito Policial, onde o caso será registrado.
O acesso para a Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini ficou com uma interdição das 6h às 8h50, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Às 9h20, o trânsito estava lento no local.

Blindagem, Blindados, Carros Blindados

domingo, 23 de novembro de 2014

Tentativa de assalto, veículo atingido por tiros!

AVENIDA ALMIRANTE DELAMARE EM SÃO CAETANO DO SUL.

No último sábado, por volta das 20h30, na avenida Almirante Delamare, em um semáforo no sentido São Caetano - São Paulo.
Nunca reaja, pois os criminosos, vão para o tudo ou nada.

Esse veículo não era blindado e os ocupantes não foram atingidos por sorte !!!




segunda-feira, 27 de outubro de 2014

REGIÃO DO MORUMBI REGISTRA AUMENTO DE 33,3% NOS CASOS DE ROUBO EM 2014

REGIÃO DO MORUMBI REGISTRA AUMENTO DE 33,3% NOS CASOS DE ROUBO EM 2014

FolhaPress 

CÉSAR ROSATISÃO PAULO, SP - Pessoas que trabalham ou moram na região do Morumbi, na zona oeste de São Paulo, dizem que estão com medo da nova onda de violência no bairro. Em menos de uma semana, cinco suspeitos de cometer diversos arrastões na região foram presos pela polícia. De acordo com os dados da Secretaria de Segurança Pública, de janeiro a agosto deste ano aconteceram ao menos 2.811 casos de roubo no bairro, uma alta de 33% na comparação com o mesmo período do ano passado. O total representa o número de assaltos registrados nas duas principais delegacias do Morumbi -34º DP e o 89º DP. Para as pessoas ouvidas pela Folha, a proximidade com favelas faz com que a incidência de assaltos aumente consideravelmente. Os entornos das avenidas Giovanni Gronchi, próximo a Paraisópolis, e Morumbi, na região da comunidade Real Parque são apontados como sendo os mais violentos. O manobrista Marcos de Sousa Tibério, 38, trabalha há cerca de três anos na avenida Morumbi. Ele disse ter sido vítima de um assalto em uma travessa da avenida Morumbi em meados de abril. "Trabalho aqui porque não tenho outra alternativa. Agora eu fico esperto atento para qualquer movimento suspeito. Mas, não tem muito o que fazer. Passa polícia aqui direto, porém os assaltos acontecem diariamente. É torcer para você não ser a próxima vítima", disse Tibério. Ele disse que "não entende" o motivo pelo qual a maioria dos crimes acontecerem tão próximos ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo. "Aqui deveria ser o lugar mais seguro da cidade. O governador não vê o que acontece na vizinhança?", questiona o manobrista. A economista Stephanie Jerg, 42, também já sofreu as consequências da violência de São Paulo. Ela veio da Venezuela trabalhar em São Paulo há cerca de dois anos e disse que não abre mão do carro blindado, apesar de considerar São Paulo mais seguro que Caracas. "Já fui assaltada não muito longe daqui, na região da Cidade Jardim. Levaram a bolsa de uma amiga que estava comigo e eu já atenta deixei as minhas coisas no meu pé. Acho que o perigo maior é quando você está parada no trânsito de carro. Eu também evito de sair a pé. Tenho medo", afirmou Jerg. O tenente-coronel Érico Hammerschmidt não acredita que haja uma nova onda de assaltos na região. De acordo com oficial os números de roubos apontam para uma tendencia de queda. "A sensação das pessoas é de que existe uma insegurança maior, mas os casos estão caindo. (...) no 3º trimestre na comparação com o 2º deste ano a redução foi de 15% no número de roubos e roubos de veículos", disse. Para tentar conter a escalada da violência, 80 novos soldados foram colocados a disposição do batalhão que cuida da área do Morumbi. De acordo com o Hammerschmidt o contingente é permanente e já está atuando desde esta quinta-feira (9). 

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

STEEL BLINDAGENS OFERECE DIAGNÓSTICO GRATUITO DE BLINDAGEM PARA SEGURADOS DA PORTO SEGURO

STEEL BLINDAGENS OFERECE DIAGNÓSTICO GRATUITO DE BLINDAGEM PARA SEGURADOS DA PORTO SEGURO

Steel blindagens 


A manutenção de um veículo blindado exige cuidado mais frequente para garantir a segurança dos ocupantes independente do nível de blindagem. Para facilitar esse trabalho, a Steel Blindagens oferece serviços para veículos blindados, com desconto diferenciado aos clientes do Porto Seguro Auto.
Além disso, os clientes podem fazer a regularização de documentos dos veículos blindados sem cobrança de honorários (o cliente paga apenas o valor das taxas).
“Somos parceira da Porto Seguro e oferecemos aos segurados a vantagem de um serviço especializado de blindagem e manutenção de blindados, com preço bem acessível e pagamentos facilitados”, explica Antonio Donato júnior, diretor da Steel Blindagens.
Todos os serviços de Blindagem e manutenção podem ser parcelados em até seis vezes sem juros, no cartão de crédito. 
A blindagem de veículos é um mercado que cresce na ordem de 20% ao ano com cerca de 10 mil novas blindagens por ano, em todo o país. No Brasil, circulam aproximadamente 120 mil veículos com proteção balística, número comparável a países como Estados Unidos e México.


Sobre a Steel Blindagem 
A Steel Blindagens Especiais tem 17 anos de experiência no mercado de blindados, autorizada pelo Ministério da Defesa, Exército Brasileiro 2ª RM/SFPC2 e pela Polícia Civil (DPC - divisão de produtos controlados). A Steel Blindagens atua no segmento de blindagem automotiva de veículos civis novos e seminovos, associada a Abrablin, pela ABNT e certificada pela ISO 9001:2008.
Com oficina especializada, a Steel Blindagens Especiais trabalha com todos os níveis de blindagem disponíveis para o mercado brasileiro e os melhores fornecedores de componentes do mundo, testado nos mais reconhecidos laboratórios como HPWhite, CPrM, ITS, U.S DoT e Beschussämter. Porto Seguro - Seguros - Auto
Porto Seguro - Seguros - Auto - Garanta mais segurança para você e seu veículo
    @nome,
O Porto Seguro Auto, em parceria com a Steel Blindagens, oferece 12% de
desconto*
na blindagem e na manutenção da blindagem de veículos.
 
      E você ainda tem mais benefícios:
   
   
Check-up grátis da blindagem do veículo;
Honorário gratuito para regularização da documentação de
veículos blindados;

Pagamento em até 6x sem juros no Cartão de Crédito
Porto Seguro Visa.

   
 
Ofereça essa proteção para você e sua família.
 
    Steel Blindagens
Rua Tiquara, 39 – Tatuapé – São Paulo – SP
3807-6494
www.steelblindagens.com.br
   
    Para usufruir do desconto, basta apresentar seu cartão do segurado.
Para mais informações sobre os benefícios do seu seguro, consulte seu corretor
ou acesse o site.
 
Redes Sociais Portal do Cliente Aplicativos
Mobile
Canais de Atendimento Fuja do Trânsito
Que tal colaborar com o meio ambiente de uma forma bem simples?
A Porto Seguro ajuda você a reciclar. Acesse: www.portoseguro.com.br/reciclagem
  * Desconto sobre a tabela vigente da Steel Blindagens.


BLINDAGEM DE VEÍCULO: CUSTO OU INVESTIMENTO?

BLINDAGEM DE VEÍCULO: CUSTO OU INVESTIMENTO?

Steel blindagens 


A blindagem de veículos é um mercado que cresce cerca de 20% ao ano no Brasil e até o final de 2014 o país deve receber mais de 12 mil unidades blindadas, segundo estatísticas da Abrablin (Associação Brasileira de Blindagem). Com o aumento da violência urbana, cresce a preocupação do consumidor quanto a segurança dos ocupantes, no entanto é preciso avaliar a qualidade do trabalho de blindagem para não comprometer a segurança em caso de assaltos.
"Quem conhece pouco sobre blindagem pergunta se de fato vale a pena blindar o carro, algo que era visto como luxo e que hoje desperta atenção dos clientes de classe média que querem proteger sua família", avalia Antonio Donato Júnior diretor da Steel Blindagens. Segundo ele, um trabalho de blindagem bem feito, com materiais de qualidade e por uma empresa devidamente certificada é um investimento pois facilita a aceitação do carro no mercado de usados e a segurança dos ocupantes é garantida. "O consumidor não tem como avaliar se a blindagem do veículo foi bem feita portanto só uma pesquisa atenta sobre a empresa que fará esse serviço é um indicador de segurança", complementa.
Confira o que o consumidor deve saber antes de adquirir um veículo novo que será blindado ou mesmo ao comprar um usado que recebeu esse tratamento por uma empresa especializada. 
Visite pessoalmente as instalações da empresa - Antes de mandar o veículo para blindagem, visite pessoalmente as instalações da blindadora. Uma boa infraestrutura é a primeira indicação positiva. Verifique ainda se todos os processos são executados na mesma empresa ou se os serviços ou tratamentos são terceirizados, o que não é um bom sinal.
Pesquise sobre a reputação e idoneidade da empresa - Com o CNPJ da empresa, faça uma checagem no Serasa (ou demais órgãos de proteção ao crédito), verifique nas redes sociais e sites de reclamação se existe algum histórico negativo e o depoimento de eventuais consumidores. Avalie se as reclamações foram atendidas dentro de um prazo razoável e qual o nível de satisfação dos clientes.
Empresa associada a Abrablin - O consumidor deve verificar se a blindadora é associada à Abrablin, que é referência no setor.
Empresa legalizada junto ao Ministério da Defesa - A cada ano Exército Brasileiro renova o cadastramento das empresas blindadoras, que são inspecionadas. Muitas empresas não conseguem renovar a certificação e indicam ao consumidor que já são devidamente regularizadas. 
Empresa vistoriada pela Polícia Civil - Com a legislação de 2013, apenas empresas legalizadas e cadastradas pela Polícia Civil podem fazer a blindagem de veículos. O consumidor deve ficar atento pois o CPF do consumidor também será cadastrado no sistema da polícia. Apenas proprietários sem antecedentes criminais poderão registrar um veículo blindado em seu nome. O documento "alvará para aplicação de blindagem em veículos de passeio" tem validade de um ano e deve ser renovado.
Certificações de qualidade - Confie em empresas com certificações válidas como a ISO 9001:2008, que garante procedimento padrão e qualidade para o serviço prestado
“Assim, o consumidor já pode selecionar suas cotações e ficar mais tranquilo em fazer um bom investimento na sua segurança” completa Donato.


Sobre a Steel Blindagem 
A Steel Blindagens Especiais tem 15 anos de experiência no mercado de blindados, autorizada pelo Ministério da Defesa, Exército Brasileiro 2ª RM/SFPC2 e pela Polícia Civil (DPC - divisão de produtos controlados). A Steel Blindagens atua no segmento de blindagem automotiva de veículos civis novos e seminovos, associada a Abrablin, pela ABNT e certificada pela ISO 9001:2008.
Com oficina especializada, a Steel Blindagens Especiais trabalha com todos os níveis de blindagem disponíveis para o mercado brasileiro e os melhores fornecedores de componentes do mundo, testado nos mais reconhecidos laboratórios como HPWhite, CPrM, ITS, U.S DoT e Beschussämter.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

APÓS ASSALTO, VANDERLEI LUXEMBURGO SÓ ANDA DE CARRO BLINDADO

APÓS ASSALTO, VANDERLEI LUXEMBURGO SÓ ANDA DE CARRO BLINDADO

extra.globo.com 

Vanderlei Luxemburgo mandou vir de São Paulo um de seus carros blindados que estavam estacionados e sem uso na garagem. Depois que um ladrão levou seu relógio no último dia 4, na Barra da Tijuca, no trajeto para o Ninho do Urubu, o técnico do Flamengo decidiu aumentar a proteção pessoal e da família.

Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/extra-campo/apos-assalto-vanderlei-luxemburgo-so-anda-de-carro-blindado-13963716.html#ixzz3E3jbU9kl

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

BLINDAGEM DE VEÍCULO: GASTO OU INVESTIMENTO?

BLINDAGEM DE VEÍCULO: GASTO OU INVESTIMENTO?

Chat Magazine 

Dentro do conceito de segurança pessoal, quando desejamos quantificar o retorno de um determinado investimento em favor deste significativo - preservação da integridade física - seu valor é inestimável, pois se trata de vidas humanas.
Infelizmente, as pesquisas nos meios de comunicação que evidenciam o Brasil como um País com uma significativa diferença social, ainda mais perceptível nos grandes centros, fato que instiga o aumento da violência, com altos índices de criminalidade e a população sentindo-se ainda mais vulnerável ao sair nas ruas. As empresas que oferecem segurança como investimento pessoal estão aumentando a sua participação no mercado. Dentre estes investimentos para aumentar a segurança das pessoas no Brasil está à “blindagem de automóveis”, pois, em nenhum lugar do mundo foi criado um "ambiente" tão propício para o crescimento deste segmento, relacionado ao domínio da alta tecnologia que faz do Brasil o melhor do mundo nesta modalidade de serviço.
Esta opção de investimento teve um rápido crescimento a partir de 2000, mas, sobretudo por essa consequência, muitas empresas não estão regularizadas e dependendo da empresa que presta esse tipo de serviço, ao invés de adquirir uma proteção o consumidor acaba investindo alto e correndo sérios riscos, diz o Sr. Antonio Donato Júnior, Diretor da Steel Blindagens Especiais. Nessa onda de insegurança, também é preciso ter cuidado para não ser enganado, pois tem empresas oferecendo serviços de proteção que não funcionam e o comprador, não ter o retorno esperado do seu investimento, ao adquirir produtos de baixa qualidade, fabricação deficiente e um critério de instalação duvidoso. A aquisição da blindagem não deve ser feita apenas considerando o preço ou o impulso de um momento. É essencial como em qualquer modalidade de investimento que o investidor conheça a empresa blindadora e acompanhe o processo da blindagem de seu carro, explica Antonio Donato, Diretor da Steel Blindagens Especiais®.
A compra de um carro é um dos momentos de maior ansiedade para quase todas as pessoas e muito mais quando a opção é a de adquirir um carro blindado. É exatamente este sentimento que leva as pessoas a cometer equívocos no momento de investir em sua segurança. Como todo investimento, a blindagem veicular deve ser uma decisão planejada.
De acordo com Antonio Donato, o proprietário do carro a ser blindado deve verificar se a empresa blindadora é legalizada junto ao Exército Brasileiro e na Polícia Civil, pesquisar o seu CNPJ e também se está inscrita na Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), pois para ser uma associada, a empresa deverá apresentar e atestar toda a sua documentação e certificações, diminuindo consideravelmente os riscos de se ter contratado uma empresa ruim. 
Portanto, devemos refletir que não é simplesmente uma pura decisão financeira que envolve patrimônio, pois envolve principalmente vidas e, como tal, deve se levar em conta todos os custos e riscos envolvidos no momento da escolha da empresa de blindagem de veículos. A Abrablin é uma excelente referência, assim como a ANBID é para o mercado de capitais.
Localizada no bairro do Tatuapé, a Steel Blindagens Especiais®, possui mais de 15 anos de experiência no seu segmento, e é considerada uma das melhores empresas de blindagem veicular do mercado. Desenvolve, aplica e comercializa blindagens, faz manutenção para veículos blindados além de ser uma empresa certificada ISSO 9001, associada à Abrablin, autorizada pelo Ministério da Defesa – Exército Brasileiro e Polícia Civil, o que garante o seu reconhecimento pela excelência, qualidade e tecnologia de ponta aliada à ética, confiança e credibilidade.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

BMW REVELA X5 SECURITY PLUS - CARRO BLINDADO

BMW REVELA X5 SECURITY PLUS

quatrorodas.abril.com.br 

A BMW revelou nesta segunda-feira (18) uma versão blindada do X5, chamada Security Plus. O modelo em questão será exibido ao público durante o Salão de Moscou, que será realizado na próxima semana.

Por fora, a única diferença visível em relação a um X5 convencional são as bordas pretas em policarbonato ao redor das janelas. O X5 Security Plus atende ao padrão de blindagem VR6, um nível abaixo daquele encontrado no Série 7 High Security. Mesmo assim, é capaz de suportar disparos de armas como o AK-47.

Para compensar o aumento de peso relativo à proteção, a BMW promoveu modificações nos chassis, no sistema de freios e na eletrônica. O motor que equipa o X5 Security Plus é o V8 turbo de 444 cavalos de potência.

Esse é o mundo dos Carros blindados, crescendo a cada dia !!!

LINHA S600 GUARD DA MERCEDES-BENZ AGUENTA LEVAR CHUMBO

LINHA S600 GUARD DA MERCEDES-BENZ AGUENTA LEVAR CHUMBO

tecmundo.com.br 

Para os que buscam um veículo mais seguro para encarar o caótico trânsito das grandes cidades, eis que a Mercedes-Benz S600 Guard é uma excelente opção. O veículo blindado conta com diferentes níveis de blindagem, sendo que o mais resistente pode suportar impactos extremos, como o de uma granada, por exemplo.

O visual do carro continua o mesmo do S600 padrão, o que é um ponto bastante positivo, já que um possível criminoso não será capaz de distinguir qual é o modelo blindado. O novo S600 é constituído por um tipo de aço bem forte, pneus run flat únicos do Guard e cerca de 136 kg de materiais resistentes. Os vidros são compostos também por uma espessa camada de policarbonato. 

Com relação a potência do veículo, o motor do S600 foi mantido, ou seja, o V12 de seis litros continua lá. Por ser mais pesado que o normal, o veículo possui uma velocidade máxima limitada a 210 km/h, mas, segundo a companhia alemã, “a linha S-Guard combina o menor consumo de combustível com uma aceleração impressionante, ideal para fugas rápidas em momentos ameaçadores”.

Vale ressaltar que o S600 ficou marcado por ser o primeiro carro certificado de fábrica que segue rigorosamente os padrões de segurança da classe de blindagem nível VR9 (o ranking mais elevado de veículos blindados).

Por ser um automóvel complexo de ser montado, o S600 Guard é produzido a mão na Alemanha, em uma área focada apenas na produção de carros blindados. A linha S-Guard inclui os modelos Classe E, M, G e S e uma variedade grande de graus de blindagem. 

10 dicas para comprar um carro seminovo blindado


10 dicas para comprar um carro seminovo blindado

12 agosto, 2014 às 15:02  |  Marcos Camargo Jr C4 Comunicação 

download
O mercado de veículos blindados cresce na ordem de 21% ao ano, mas o preço inicial da blindagem ainda é considerado alto para os consumidores, sobretudo os de classe média que buscam maior segurança.
A alternativa é comprar um blindado seminovo, mas alguns cuidados são fundamentais na hora de pesquisar e antes de fechar negócio. Afinal, com materiais extras que compõem a blindagem o aumento de peso acelera o desgaste de alguns itens como a suspensão e a falta de manutenção preventiva pode comprometer a qualidade do veículo. “Todo carro blindado deve passar por revisões preventivas a cada 10 mil quilômetros, o que facilita e torna qualquer reparo muito mais acessível quando detectado por um profissional especializado”, diz Antonio Donato, diretor da Steel Blindagens. Confira as 10 dicas fundamentais na hora de comprar um seminovo blindado:

• Veja se o carro tem a documentação da empresa blindadora que fez a blindagem e se ela está regularizada, conforme as leis vigentes. Fazer uma pesquisa de praxe em sites de reclamação também é importante e sempre recomendável;
• Verifique se no Certificado de registro de veículo (CRLV) consta a informação “modificado blindagem”. Sem essa informação, nenhuma seguradora poderá fazer o seguro do veículo que é considerado ilegal e pode ser apreendido;
• O comprador deve exigir da blindadora a autorização emitida pelo exército no ano vigente;
• Peça ao vendedor que seja feito um laudo técnico da blindagem em data recente, onde são verificadas as condições da blindagem e as partes internas que poderão causar problemas eventualmente;
• Procure comprar um modelo com câmbio automático, para não correr o risco de o carro morrer em uma possível fuga. Na hora de testar o veículo antes da compra, verifique se o câmbio faz as trocas de marcha corretamente sem trancos ou barulhos;
• Os vidros elétricos devem ser testados cuidadosamente, pois com a blindagem eles ficam mais pesados e se o maquinário não for adequado, pode causar quebra. O mesmo vale para os vidros que devem estar em boa aparência, sem trincas, ou delaminação;
• Um carro blindado pode pesar até 230kg a mais. Por isso é essencial verificar a suspensão do veículo, pois ela é a que mais sofre com todo esse peso. Com os vidros abertos e em local silencioso, verifique se não existem rangidos ou barulhos na suspensão, bem como o alinhamento e balanceamento como de praxe.
• Verifique o estado dos pneus que não devem ter bolhas ou marcas de reparo e se eles estão em boas condições. Os pneus de carros blindados são especiais e levam uma cinta metálica que proteção que permite a rodagem mesmo com o pneu furado;
• Verifique o alinhamento da carroceria no capô, nas portas, e todos os componentes do carro. Da mesma forma veja se as peças móveis como portas e capô fecham de maneira perfeita e com alinhamento. Peças desalinhadas podem significar manutenção deficiente.
• Verifique ainda se o ar condicionado está funcionando em perfeitas condições, pois o ideal para um carro blindado é que circule sempre com os vidros fechados.

Com estas 10 dicas e com as revisões mecânicas preventivas em dia, o comprador pode adquirir o carro mas deve priorizar os carros blindados e reparados na mesma oficina, com todo o histórico fornecido pelo estabelecimento. Esse procedimento garante a qualidade da compra com maior procedência e segurança.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Land Rover Discovery 4 ganha blindagem de fábrica!

LAND ROVER DISCOVERY 4 GANHA BLINDAGEM DE FÁBRICA!


http://carros.ig.com.br/ 

Modelo vem com proteção para suportar disparos de armas de grosso calibre e explosivos.

Para clientes que precisam de muita proteção a Land Rover agora oferece o Discovery 4 Armoured, uma versão do SUV com blindagem instalada de fábrica. Segundo a marca britânica, a proteção desenvolvida junto da especialista em proteção balística Centigon suporta disparos de armas de grosso calibre, como fuzis e metralhadoras, e resiste a explosão de granadas de mão e a detonação de até 15 kg de dinamite (TNT) abaixo do assoalho.

A proteção inclui elementos extras de aço e kevlar, além de pneus especiais e vidros blindados com abertura limitada em apenas 10 cm, para o caso de apresentação de documentos, por exemplo. Todo equipamentos de segurança rendeu ao Discovery mais 500 kg (sem opcionais), totalizando 3.550 kg. Mas isso não contém o ímpeto do carro, cujo motor 5.0 V8 de 375 cv é capaz de levá-lo do 0 aos 100 km/h em 10s6. Já o câmbio é automático sequencial de 6 marchas.

Por dentro, o Discovery 4 Armoured é exatamente igual ao modelo convencional. Visto de fora, as diferenças são os vidros escurecidos e as luzes de emergência (ele também conta com sirene), que vão atrás da grade frontal. Por conta do peso extra, o SUV blindado teve seu sistema de freios a discos nas quatro rodas reforçado, e, como não poderia faltar em um carro da Land Rover, o veículo vem com o sistema de tração integral Terrain Response com diversos ajustes para situações e terrenos específicos.

O preço do Discovery 4 blindado a LR divulga somente sob consulta e o pedido deve ser feito com antecedência. Como os outros modelos da marca, o lançamento possui garantia de três anos ou até 80.000 km.


A Steel Blindagens Garante a sua Blindagem, por até 15 anos, sem limite de quilometragem.

Carro blindado – Vendas aumentam – O número de carros blindados no país bateu recorde pelo quarto ano consecutivo

Carro blindado – Vendas aumentam – O número de carros blindados no país bateu recorde pelo quarto ano consecutivo



Levantamento realizado pela Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) revela que o número decarros blindados no país bateu recorde pelo quarto ano consecutivo. Em 2013, 10.156 veículosreceberam a proteção. O número é 21,13% maior que em 2012, quando 8.384 carros foram blindados. Em 2011 e em 2010 foram blindados, respectivamente, 8.106 e 7.332 carros. A pesquisa contou com a participação de 31 blindadoras associadas à entidade e que representam 70% da produção total de veículos blindados no país.Para o presidente da Abrablin, Laudenir Bracciali, “a sensação de insegurança cada vez maior em todo o país é o fator principal que explica o aumento da procura pelo serviço. Com medo diante da violência urbana, muitos cidadãos, inclusive, substituem o investimento em um modelo de carro mais luxuoso por um modelo um pouco mais simples, mas com a segurança da blindagem”, afirma.Empresários do setor concordam e ressaltam a necessidade de o cidadão buscar alternativas de proteção.

Foto de veículo aguardando a aplicação da blindagem

“A blindagem automotiva cresceu consideravelmente no país porque tem ocupado o buraco na segurança deixado pela falta de ações efetivas de combate à criminalidade por parte do setor público”, afirma Eduardo Cristov, diretor da Steel Blindagens, sediada em São Paulo. “A estabilidade no preço do serviço ao longo dos últimos dez anos também foi mais um fator que impulsionou o setor”, diz o executivo da empresa que blindou cerca de 500 carros em 2013.
No ranking divulgado pelo levantamento com os estados que mais blindaram veículos em 2013, São Paulo lidera, com pouco mais de 63,04%, seguido pelo Rio de Janeiro, com 12,18%. Os outros três estados que compõem o “Top 5” são do Nordeste: Pernambuco (6,37%), Ceará (5,94%) e Bahia (2,84%).
Os quase 10% restantes do universo blindado estão distribuídos por estados de todas as regiões brasileiras: Amazonas, Pará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso, Espírito Santo, Distrito Federal, Goiás, Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraíba.
“Essa distribuição ilustra que a insegurança é um sentimento geral, não mais regionalizado, como acontecia há alguns anos”.

Perfil de quem blinda

A pesquisa da Abrablin, que também traz o perfil do usuário de blindagem, mostra que cresce a participação das mulheres no setor. O sexo masculino predomina com 57% do total de usuários, mas as mulheres aumentaram sua participação. Em 2013, elas representaram 43%. Em 2012, somavam 42,5% do setor e em 2011, 35%.
“Elas estão assumindo cada vez mais o seu papel de destaque no ambiente profissional e corporativo, o que lhes garante condição financeira para investir em segurança por meio da blindagem ou até receber o blindado como benefício pelo cargo que ocupa”.
Por faixa etária, os homens que mais recorreram à blindagem automotiva (23%) foram os que tinham de 30 a 39 anos, mesma faixa e porcentagem percebida no público feminino. Em 2012, a faixa etária masculina foi a mesma, mas, entre as mulheres, a blindagem se concentrava mais na faixa entre 40 e 49 anos.
Do universo total dos usuários, 70% é formado por executivos/empresários; 15% artistas/cantores; 8% juízes; e 7% políticos.